eu pra mim é pouco


as barbas de marx
crescem nos meus medos

o sorriso sem dentes
do scapi
madura a minha criança

a beleza
é essa fraqueza
que me abraça

é justo aqui
onde eu precisava

estar

no coraçao
escondido
da classe

só descobri aos 32
o que quero ser
quando crescer

(de alguma forma
sempre soube…)

[este nao eh um poema
é um respiro pra mim
uma garrafa jogada
no mar]

sonhei com uma musica do milton que nao tem saido de minha cabeça:

“minha vida nossas vidas
formam um só diamante
descobri novas palavras
e tornei outras mais belas…

eu distribuo um segredo
como quem ama ou sorri.
do jeito mais natural
dosi caminhos se procuram

eu preparo uma canção
que faça acordar os homens
e adormecer as crianças”

(abaixo um poema que o scapi
declamou
num momento
daqueles de beleza
destruidora…)

Eu
pra mim
é pouco

Algo se empenha
em sair de mim
como um louco

eu quero
o outro

Anúncios

~ por jeffvasques em 06/07/2010.

2 Respostas to “eu pra mim é pouco”

  1. Olá Jeff… desculpe a demora mas passei um bom tempo sem atualizar o Poesia & Luta… já atualizei lá e coloquei o novo endereço no blog roll

  2. Linda reflexão, linda música, lindo poema….Estava lendo um livro do Iasi q citava um trecho deste poema, digirtei no google “eu pra mim é pouco” e apareceu logo vc como primeiro ítem, dividindo seus pequenos grandes momentos, passando adiante brilhinhos no olhar…
    beijoka,
    Márcia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: