Poesia rala


de ressaca
derramo a água
quente
enquanto
ainda te sinto

no ar um cheiro
tenro aquele
sorriso

por segundos
sou só
isso

tanta coisa no peito…
tanta água no filtro…


(antiga poesia recauchutada…)

Anúncios

~ por jeffvasques em 27/08/2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: