nas teias


um poema do buk…

Morte deseja mais morte

morte deseja mais morte, e sua teia está cheia:
eu me lembro da garagem de meu pai, quando criança
eu ia limpar os corpos das moscas
das janelas que elas pensavam ser saídas –
seus pegajosos, feios e vibrantes corpos
estourando-se como cachorros insandecidos contra o vidro
somente para girar e rodopiar
naquele segundo maior que o inferno e que o céu
para dentro do limite do limite,
e então a aranha de seu buraco negro
nervosa e exposta
o seu corpo crescendo inchando
pendurado ali
sem realmente saber,
e então sabendo –
alguma coisa a mandando pra baixo em seu fio,
a úmida teia,
na direção do fraco escudo de zumbidos,
a pulsação;
um último movimento desesperado
ali contra o vidro
ali vivo contra o sol,
girando em branco;
e quase como amor:
o enclausuramento,
o silencioso e primeiro sugar da aranha:
enchendo seu abdômen
sobre essa coisa que vivia;
se agachando ali sobre suas costas
forçando seu sangue certo
enquanto o mundo segue lá fora
e minha têmpora grita
e eu arremesso a vassoura contra eles:
a aranha sonsa com sua raiva-de-aranha
ainda pensando sobre sua presa
e acenando uma assombrosa perna troncha
a mosca imóvel,
um naco sujo preso na palha da vassoura;
eu sacudo a assassina desconjuntada
e ela caminha fraca e enervada
até algum canto escuro
mas eu intercepto seu lento esforço
arrastando-se como algum herói fudido,
e a palha esmaga suas pernas
agora arqueadas
sobre sua cabeça
e olhando
olhando o inimigo
e de alguma forma ainda valente,
morrendo sem aparente dor
simplesmente se arrastando para trás
pedaço por pedaço
deixando nada ali
até que finalmente seu saco visceral vermelho
espirra
seus segredos,
e eu corro como criança
com a raiva de Deus logo atrás de mim,
de volta aos simples raios de sol,
imaginando
à medida que o mundo segue
com um sorriso enroscado
se mais alguém
viu ou percebeu meu crime.

Anúncios

~ por jeffvasques em 11/09/2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: