3a Mostra Luta!!!


Somos poucos, mas teimamos. Começa sábado agora (16/out) a 3a Mostra Luta!!! Serão 9 dias de muita luta, tanto nossa, do povinho do Coletivo de Comunicadores Populares, quanto dos mais diversos movimentos e organizações de esquerda do Brasil sendo exibidas. Num período tão difícil, de fragmentação da esquerda, a Mostra Luta cumpre esse humilde papel de mostrar que ainda lutamos sim!, de que a classe é capaz de se reinventar. A Mostra luta funciona como celeiro de trocas e sensibilização, onde podemos nos questionar de forma mais aberta, motivados pela estética/ética, sobre os rumos de nossas organizações, nossas táticas e estratégias. Este ano a Mostra se amplia, além de filmes e fotografias, expõe quadrinhos e poesias, além de exibir 2 espetáculos de dança. Serão 10 sessões de filmes e mais de 15 horas de uma realidade que não passa na TV!!! Nosso sonho é que a Mostra se torne um espaço de formação (com cursos e oficinas para militantes dos movimentos) e propaganda da cultura revolucionária, da cultura de luta, da cultura de todos aqueles que desejam a superação do capitalismo, a mudança radical de valores, padrões, formas de produzir, de viver e de se relacionar. A programação completa pode ser vista aqui: www.mostraluta.org

Fica aqui uma dica para os espetáculos de dança que acontecerão no penúltimo dia de Mostra, no sábado 23/out: “Our Love”, da querida Poli, é imperdível! Também imperdível é a mesa com Latuff e outros importantes quadrinistas históricos, como o Bira!, na quarta a noite. Sem contar as outras 3 mesas de debate e o sarau do final… buenas, olhem a programação com carinho! :) Fiquei também feliz com os poemas recebidos pela Mostra, que vieram das mais diversas partes do Brasil: Maranhão, Paraíba, Rio Grande do Sul, Rio, Pará… a qualidade, claro, oscila, mas para o 1o ano de recepção para esse tipo de produção, achei até mesmo acima da média. Abaixo segue um poema da Kamilla Ventura selecionado para compor a exposição da Mostra Luta:

1,99 (Kamilla Ventura)

Novecentos e noventa e nove árvores
Noventa e nove trabalhadores
Nove reais e nove centavos
Nove horas diárias
Para construir uma poltrona
E fazer sentar uma pessoa.

Anúncios

~ por jeffvasques em 13/10/2010.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: