Duas canções de Cohen



Cohen, sempre Leonard Cohen voltando pra mim. Abaixo, traduzo duas canções desse poeta: “The partisan”, sobre a resistência dos judeus ao nazismo (Cohen ainda se afirma judeu, apesar de ter sido ordenado monge zen); e, “Please, Dont pass me by”, sobre uma situação corriqueira que vivenciamos todo dia e que Cohen, com sua visão política e apocalíptica, inverte e transforma.

THE PARTISAN – O PARTIDÁRIO


Quando eles vieram pela orla
Eu fui avisado para render-me,
isto é o que eu não poderia fazer.
Peguei minha arma e desapareci.
Eu mudei meu nome tantas vezes,
Eu perdi minha esposa e filhos
mas eu tenho muitos amigos
e alguns deles estão comigo.

Uma senhora nos deu abrigo,
nos manteve escondidos no sótão
então os soldados vieram,
ela morreu em silêncio.

Haviam três de nós esta manhã,
sou o único esta tarde
mas eu preciso ir em frente;
as fronteiras são minha prisão.

Oh, o vento, o vento está soprando
através dos túmulos ele está soprando,
a liberdade breve virá;
então nós viremos das sombras.

Os alemães estiveram em minha casa
eles disseram: “Identifique-se”,
mas eu não estou com medo
Eu recuperei minha arma.

Eu mudei meu nome uma centena de vezes
Eu perdi minha esposa e filhos
Mas eu tenho tantos amigos,
Eu tenho toda a França.

Um velho homem num sótão
nos escondeu durante a noite,
Os alemães o capturaram,
e ele morreu sem surpresa.

Oh, o vento, o vento está soprando
através dos túmulos ele está soprando,
a liberdade breve virá;
então nós viremos das sombras.

PLEASE, DON’T PASS ME BY

Eu estava andando em nova york e trombei com um homem na minha frente. Eu senti uma placa presa nas suas costa. E quando nós passamos o poste de luz, eu pude ler, e dizia “por favor, não me deixe de lado – Eu sou cego, mas você pode ver – Eu sou totalmente cego – por favor, não passe por mim.” Eu estava andando na Sétima avenida, quando eu entrei na 14a. rua e vi na esquina curiosas mutilações
da forma humana; era uma escola para deficientes. E havia aleijados, e pessoas em cadeira de rodas e com bengalas e estava nevando, e tive essa sensação de que a cidade toda estava cantando:

Oh please don’t pass me by,
Oh please don’t pass me by,
For I am blind, but you can see,
Yes, I’ve been blinded totally,
Oh please don’t pass me by.

E você sabe, à medida que eu ia andando eu pensei que eram eles que estavam cantando isso, eu pensei que eram os outros que estavam cantando isso, eu pensei que era outra pessoa.Mas à medida que eu segui eu soube que era eu, e que eu estava cantando isso para mim. Era assim:

Please don’t pass me by,
Oh please don’t pass me by,
For I am blind, but you can see,
Well, I’ve been blinded totally,
Oh please don’t pass me by.
Oh please don’t pass me by.

Agora eu sei que você está sentado no fundo de seus assentos de veludo e estão pensando “ah, ele está lá dizendo alguma coisa que ele pensa de mim, mas eu nunca vou ter que cantar essa canção”. Mas eu vos prometo, meus amigos, que vocês cantarão esta canção: talvez não esta noite, talvez não amanhã, mas algum dia vocês estarão de joelhos e eu quero que saibam a letra quando chegar o momento. Porque vocês terão que cantar para vocês mesmos, ou para outros, ou para seu irmão. Vocês terão que aprender a cantar esta canção, que vai assim:

Please don’t pass me by,
Ah you don’t have to sing this .. not for you.
Please don’t pass me by,
For I am blind, but you can see,
Yes, I’ve been blinded totally,
Oh please don’t pass me by.

Bem eu canto isto para os judeus e para os ciganos e para a fumaça que fazem. E eu canto isto para as crianças da Inglaterra, suas faces tão graves. E eu canto isto para o salvador sem ninguém para salvar. Vocês não se desnudarão para mim? Hey, vocês não se desnudarão para mim? E vai:

Please don’t pass me by,
Oh please don’t pass me by,
For I am blind, but you can see,
Yes, I’ve been blinded totally,
Oh now, please don’t pass me by.

Agora não há nada que eu diga que te ajudará a conectar a noite de sangue torturado com o dia que vem a seguir. Mas eu quero te machucar, e quero que isso tenha fim. Oh, vocês não se desnudarão para mim?

Please don’t pass me by,
Oh please don’t pass me by,
For I am blind, but you can see,
Yes, I’ve been blinded totally,
Oh now, please don’t pass me by.

Bem, eu canto esta canção para as bestas loiras, eu canto esta canção para você Vênus sobre suas conchas na espuma do mar. E eu canto isto para os esquisitos, para os aleijados, e para os corcundas, e para os queimados, e para os que estão queimando, e para os desfigurados, os quebrados, os rasgados, e para todos aqueles de que vocês falam nos cafés, nos encontros, e nas demonstrações, e nas ruas, em sua música, nas minhas canções. Eu falo dos que realmente estão queimando, eu falo dos que estão realmente queimando

Please don’t pass me by,
Oh please don’t pass me by,
For I am blind, but you can see,
Yes, I’ve been blinded totally,
Oh now, please don’t pass me by.

Eu sei que você ainda pensa que sou eu. Eu sei que você pensa que há outra pessoa qualquer. Eu sei que estas palavras não são suas. Mas eu digo, meus amigos, que um dia

você estará de joelhos
você estará de joelhos
você estará de joelhos
Please don’t pass me by,
Oh please don’t pass me by,
For I am blind, but you can see,
Yes, I’ve been blinded totally,
Oh now, please don’t pass me by.

Bem, você sabe que eu tenho minhas canções e meus poemas. Eu tenho meu livro e eu tenho as armas, e algumas vezes eu tenho seu aplauso. Eu faço algum dinheiro, mas você sabe, meus amigos, eu ainda estou lá fora na esquina. Estou com os esquisitos, com os perseguidos, com os desfigurados, sim com os rasgados, com os de baixo, eu estou com os pobres. Agora vamos…

Please don’t pass me by,
Oh please don’t pass me by,
For I am blind, but you can see,
Yes, I’ve been blinded totally,
Oh now, please don’t pass me by.

Agora eu quero tirar minha dignidade, sim, tirar minha dignidade. Meus amigos, tirar minha dignidade, tirar minha forma, tirar meu estilo, tirar minha honra, tirar minha coragem, tiragar meu tempo, tirar meu tempo, tempo… Porque vocês sabem eu estou cantando esta canção. E eu gostaria que você fosse, gostaria que você fosse, eu gostaria que você fosse para casa com outra pessoa. Gostaria que você fosse pra casa com outra pessoa. Gostaria que você fosse pra casa com outra pessoa. Não seja a pessoa com quem você veio aqui. Oh, Não seja a pessoa com quem você veio aqui. Oh, Não seja a pessoa com quem você veio aqui. Ah, eu não serei. Eu não suporto ele. Eu não suporto quem sou. É por isso que eu tenho que ficar de joelhos. Porque eu não posso sozinho. Eu não estou sozinho mais porque o homem que eu fui antes era um tirano, ele era um escravo, ele estava algemado, estava quebrado e então ele cantava:

Please don’t pass me by,
Oh please don’t pass me by,
For I am blind, but you can see,
Yes, I’ve been blinded totally,
Oh now, please don’t pass me by.

Bem, eu espero ver vocês lá fora na esquina. Sim, eu espero que quando eu passe ouça você sussurrando com a brisa. Porque eu vou deixá-los agora, eu vou encontrar alguém novo. Encontrar alguém novo. E, por favor, não me deixe de lado.

Anúncios

~ por jeffvasques em 14/01/2011.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: