¨Deve-se atuar a poesia / acioná-la¨ (Ibero)


377695_0

A partir de amanha comeco uma serie de entrevistas e filmagens acerca de Ibero Gutierrez, poeta lutador que foi barbaramente assassinado pela ditadura no Uruguai (foi torturado e seu corpo encontrado com 13 balas e junto um bilhete do Esquadrao da Morte dizendo ¨Voce tambem pediu perdao bala por bala, morte por morte”). Tenho me emocionado muito e aprendido muito ao reler suas poesias e outros materiais sobre sua história e paixao pela vida e pela arte. Ibero viveu tao pouco, 22 anos, mas tanto e de forma tao coerente consigo e com o mundo!

Amanha converso com Luis Bravo, organizador da antologia de Ibero (suas poesias soh foram publicadas postumamente) e grande pensador da cultura e da literatura latino-americana! Depois de amanha converso com Ricardo Viscardi, grande filosofo uruguaio e amigo de juventude de Ibero. No sabado, visito o Museu da Memória para ver o acervo de pinturas e fotografias de Ibero e, por fim, vou conhecer a casa onde Ibero cresceu e onde mora hoje sua irma, a querida Sara Gutierrez.

Assim vou descobrindo o que eh ser poeta e lutador nesta America e fincando minhas raizes no chao que escolho… :) Abaixo, uma declaracao linda da esposa de Ibero (alguns dias depois de seu assassinato) sobre a relacao de amor dos dois… que linda forma de viver o amor!

¨“Nós nos demos conta que tínhamos que viver de urgência, porque talvez o tempo era curto. Tínhamos que viver cada momento e vivê-lo plenamente. Mas nao para nós sozinhos, senao em relacao ao mundo. Sentíamos que nosso companherismo era importante, nos queríamos. Mas nao fazia sentido se nao era em relacao com os demais, com a causa, a causa da liberacao do povo. Tinhamos perdido a individualidade, ja nao éramos eu e ele; éramos o casal e nos sentíamos integrados. E no entanto, nao podíamos realizarnos mais alem. Era o sistema que estava nos cerceando. Nos haviamos casado ha cinco meses, e nao íamos ter filhos por agora, apesar de que Ibero quería muitissimo ter um filho. Mas teria sido muito comodo dizer: bem, o mundo marcha por ali e nos por aquí, em nosso lugar, realizándo-nos. Com tudo o que desejava viver em suas coisas, Ibero nao quería ilhar-se dos outros, e assim é como tratou de fazer o que entendía que era bom para todos. Costumavamos dizer que a relacao carnal do casal era nada sem a relacao ideológica e a relacao afetiva, e vivíamos nos queréndo no meio das lutas estudantis e das tarefas políticas. O domingo (em que Ibero foi assassinado) foi assim e havía sido sempre assim, durante os últimos dois anos.” (Olga Martinez Gutierrez, esposa de Ibero Gutierrez)

Anúncios

~ por jeffvasques em 16/01/2013.

2 Respostas to “¨Deve-se atuar a poesia / acioná-la¨ (Ibero)”

  1. Eu quero ver essa parada toda aí depois!!!

    Abração,

    J.

  2. bem legal mano… fiquei curioso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: