Ibero-americanos


DSC00472

(3 cravos vermelhos: minha singela homenagem ao poeta lutador Ibero Gutierrez, brutalmente assassinado pelo Esquadrao da Morte durante a ditadura uruguaia)

IBERO-AMERICANOS


13 estrondos
de raiva
depois

– entre
esbaforidos
e consternados –

apenas depois
de 13 covardes
disparos

por fim
aceitaram

– no silêncio rojo
que anunciavas –

quão fundo, feroz e calmo

quão

fundo
feroz
e calmo

fora teu ¨não¨, Ibero,

enquanto te imploravam
– armas em fronte –
que pedisses
perdão.

Se ao menos
te conhecessem
um pouco,
irmão,
saberiam esse
teu canto delirante
que despe o perdão do mundo
que rasga as piedades da paz
e danca
todos os pecados
pelados
sobre culpas
de caramelo
derretidas.

¨Sabes lo que es la carne?¨
tentaria indagá-los…
mas eles não sabem, Ibero…
eles não…

Perdão por conspirar a plenos pulmoes com a vida?
Perdão por agir a poesia, dando-lhe pernas, carne, mãos?
Perdão por exorcisar num só canto todos medos do corpo?
Perdão por essa profundississima irmandade com todos?
Perdão por amar o amor de a dois e das estrelas?
Perdao pelo iberismo que raia nos olhos a cada novo dia?
Perdão, enfim, por lutar por outra America Latina?

Sobre teu corpo,
companheiro,
escreveram
– entre esbaforidos e consternados –
¨Tu tambem pediste perdão.
bala por bala. morte por morte¨

e sobre todos os coracoes
a que chegaste, Ibero,
escrevo esta sorte:

¨Fala por fala
Vida por vida

sem qualquer perdão

segue
tua luta

segue
tua poesia¨

Ibero,
te seguimos
cantando
e assim
nos fazendo
Ibero-americanos.

Anúncios

~ por jeffvasques em 17/01/2013.

5 Respostas to “Ibero-americanos”

  1. Pelas postagens acompanho vosso itinerário. É alentador saber que ainda há poetas como você. Tão vivos e comprometidos com a luta pela existência. Maravilhosa iniciativa! Num mundo em que a grande maioria dos escritores submergem numa espécie de “pântano obscuro da metafísica” , você escolheu os caminhos do sol.
    Certamente são poetas assim que asseguram a continuidade e permanência da poesia.
    Belíssimo seu poema!
    Coragem e força, camarada,
    Um grande abraço,
    maria

  2. Belíssima homenagem Caramada.
    Tenho tido gratas surpresas a cada visita a teu blog.

  3. Jeff, muito bom o poema e toda essa sua busca por essas grandes pessoas e grandes poetas!

  4. Jeff, muito bom o poema e toda essa sua busca por essas grandes pessoas e grandes poetas! Paulo

  5. Obrigado carol, paulo e maria… soh agora notei que estava faltando a palavra “americano” no final do poema… abracao, jah estou de volta em terras brasileiras… mas espero logo partir mais uma vez…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: