Américalatina, doce lugar


sebastic3a3o-salgado-sebastiao-salgado-34

AMÉRICALATINA, DOCE LUGAR
(Julio Huasi, Argentina, 1935-1987)

braços contra pernas, pés sobre bochechas,
um torso paterno desemboca nos lábios
de uma menina que flui seu ar de três anos
nos testículos ornados de cabelos brancos,
uma massa de membro pulsa até o telhado,
dormimos, deus, louvado seja teu reino.
Um olho brilha entre o bafo visceral,
como um planeta sangra e se apaga no fedor
que não aparece nas fotografías da unesco,
o cidadão morreu, um voto a menos.
Um bosque de pés eleva seus cristos enforcados
embaixo de coroas de unhas patéticas enquanto
um pênis flameja sua espessa bandeira,
engatilha sobre o útero mais próximo.
Isto é uma caixinha de música e os ventres das crianças
são mais lisos e redondos que o cu de Jacqueline Kennedy
esta cúbica onda carnal é mais bela que Miami,
tire-se uma foto com o “guitarrou”, senhor turista,
se recebe um balaço será pura coincidência,
passem sem falta, filhosdaputa, para ver os macacos.

Tradução de Jeff Vasques

Anúncios

~ por jeffvasques em 02/05/2013.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: