Transação

Transação

ah, meu seguro previdenciário
vem aqui minha caixa
registradora
sua delícia de investimento
a perder de prazo
quero te chupar os juros
te lamber os extratos
quero sentir o saldo
de tua língua cifrada
sacar a mão no teu crédito
fácil
vem,
meu futuro patrimônio,
me dá teu aceite
que eu te mostro
minha alavancagem
meto
meu ativo
bruto
no teu aval
e emito
– se necessário –
os comprovantes
de nosso ato
informal
explícito
monetário
te garanto,
minha debênture,
entro em alta
na tua baixa…
especulo em teus
estoques
executo lento
tuas alíquotas
alicio tua quota
lisa
ah, libera teu bônus,
vai…
quero monopolizar
o movimento de
teu mercado
imiscuir
minha pessoa física
na tua jurídica
overnight
overnight
overnight

sim!
aceito teus riscos
infrinjo os limites
e pago o resgate
bebo teus doces
prejuízos
mastigo o delírio
de tuas taxas
crescentes
me subjugo ao preço
de todas as
varas
ah, minha doce
renda fixa,
se renda
e me rendo
– sem reservas –
a nossa louca economia
a tuas estatísticas
a tua firme
firma
e nos confundimos
passivo ativo
no valor que corre
– venal –
em nossa
anônima sociedade.

vem logo,
meu capital,
cruzemos
nossos fundos
mútuos de ações
nos entreguemos
a fusão vertical
e horizontal
faz crescer
repentino
meu índice
inflacionário
me empreende todo
que me abro
falênca pra ti
financia em mim
teu valor
nominal
me faz teu acionista
majoritário
aplica sem medo
em meu ágio
ah,
faz um câmbio,
só pra mim,
sem limites
assim
abre bem esse capital
de risco
de giro
sem depreciação
dos nossos derivativos
deixa eu endossar
tua dívida
sugar teus fundos
alisar teu leasing
just-in-time, sim?
me penhora!
me permuta!
me vende!
me cobra!
mas não me poupa!
investe fundo
até o último
pregão
do meu setor público
e depois
me terceriza
me indexa
me desvaloriza
sem quaisquer
margens de garantia
sem metas pré-fixadas

adoro
quando você
me usura todo

ah, minha vida
meu tudo

assim
me possui

assim
te possuo

ah,
meu amor
tizado

lucro

Anúncios

~ por jeffvasques em 06/06/2013.

2 Respostas to “Transação”

  1. Saudações Jeferson, muito bom teu transação, um amigo ouviu num sarau em campinas e me mandou o poema, ótimo, pretendo decorá-lo e ampliar o ruído desta provocação. Espero que não cobre aluguéis ou outros dividendos e receituários autorais rsrs. Parabéns, meu nome é Luciano e componho um coletivo de trabalhadores artistas chamado Dolores Boca Aberta, inté.

    • ô, Luciano! Conheço sim o Dolores, admiro demais! E que alegria que possamos fazer “negócios” juntos! rsrsrs ;) Sintam-se em casa pra transar e transacionar como quiserem! Depois queria presentear o grupo cum livro meu e ver a ampliações dos ruídos! ;) Abração, jeff

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: